As cestas do campo também são um objecto de moda urbana

317

Na oficina de trabalho ao vivo, talvez entre duas fatias de pão-de-ló, os turistas que visitam o projecto Coz’Art, instalado na antiga adega das monjas, junto ao mosteiro de Coz, no concelho de Alcobaça, ficam a conhecer a história que explica a tradição do artesanato em junco com origem na vizinha aldeia de Castanheira.

Conta-se que, há 150 anos, um agricultor que se deslocava regularmente a Lisboa para vender produtos da terra recebeu uma encomenda de esteiras para a praia e que da capital vieram duas senhoras ensinar a arte, pela abundância de mão-de-obra na província, momento zero a partir do qual nada mais foi o mesmo em terras de Cister.

• Para mais pormenores, ASSINE a edição online. Ou compre a edição impressa de 6ª feira, 28 de Dezembro de 2018.