Árbitros podem vir a utilizar vídeos para decidir lances

1236

Pedro Proença

O Internacional Board (IFAB), que tutela as regras do futebol mundial, vai discutir na sua 128.ª reunião anual, agendada para 1 de Março, a possível utilização do vídeo para auxiliar as equipas de arbitragem.
Em Zurique, o IFAB vai estudar a possibilidade de os árbitros terem acesso durante os jogos à repetição dos lances através do vídeo, numa reunião que será chefiada pelo presidente da FIFA, o suíço Joseph Blatter.
De acordo com a agenda da reunião, em análise estarão também as faltas passíveis de cartão vermelho, o toque com a mão na bola e o uso de novos sistemas electrónicos.
Pela primeira vez, a reunião do IFAB vai contar com dois painéis consultivos, um técnico e outro de arbitragem, para “uma aproximação mais pró-activa” a novas ideias.
Fundada em 1886, o International Board é a única instituição que pode alterar as regras do jogo – a última das quais foi a introdução da tecnologia para a linha de golo.
Recentemente, o organismo viu o seu estatuto ser alterado para associação independente da FIFA e das quatro federações britânicas que a compõem.
A IFAB passou a ser uma associação de direito suíço, em que as quatro federações britânicas (inglesa, escocesa, irlandesa e galesa) e a FIFA continuam ligadas, como principais accionistas.