António Frias desmente que tenha assumido despesas de transladação de Eusébio para o Panteão

1376

Tony frias

A notícia avançada pelo Luso-Americano na edição de sexta-feira passada, de que o empresário luso-americano António Frias ter-se-ia disponibilizado a custear as despesas de transladação de Eusébio para o Panteão Nacional, afinal, não se confirma. Segundo o próprio António Frias, a notícia foi divulgada por João Malheiro, comentador televisivo e antigo director de comunicação do Benfica, sem o seu consentimento. A versão foi confirmada ao Luso-Americano por Maria João Ávila, deputada à Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral Fora da Europa. Recorde-se que a presidente da Assembleia da República, o órgão que decidirá a mudança de Eusébio para o Panteão, afirmou, no próprio dia do funeral, que isso implicaria custos na ordem das “centenas de milhares de euros”, engano posteriormente corrigido para “dezenas de milhares euros”.