Formas de desenvolver a auto-estima da sua criança

0
789

frio_beb_

Uma pessoa com uma boa auto-estima é uma pessoa capaz de gostar de si própria e por consequência gostar dos outros. O poder que uma mãe e ambos os pais podem ter a desencadear este tipo de positivismo é inacreditável, mas infelizmente também podem desencadear uma baixa auto-estima. Saiba que uma pessoa com uma boa auto-estima é uma pessoa mais capaz de se auto-respeitar e de não permitir que outros abusem dela. Para que uma criança cresça com uma ideia positiva de si mesma, existem alguns conselhos que deve considerar:

* Abrace-a todos os dias.

* Diga que a ama todos os dias.

* Não desrespeite os seus sonhos para o futuro. Se o seu filho começar a dizer que quer ser bombeiro, então porque não? Sorria e aceite o que ele diz com sinceridade, se ele quiser mudar de ideias ele mudará.

* Diga-lhe o quanto perfeita é, assim como é. Reforce a ideia da sua aceitação pessoal, de que cada pessoa é única e tem muitas qualidades que a fazem ser única, especial e digna de ser amada.

* Dê coragem à sua criança de desenvolver aquilo que a torna mais forte, em vez de se focar em mencionar as características que sente em que ela é mais debilitada.

* Aceite a sua criança realmente pelo que ela é. Por vezes isto é mesmo muito difícil, qualquer mãe ou pai tem uma ideia do que a sua criança deveria ser, e tentam sempre encaminhar a sua criança nesse sentido. Este tipo de comportamento é natural pois significa que se ama a criança e se pretende que ela tenha sucesso. Mas o trabalho de uma mãe ou de um pai é aceitar a criança tal como ela é, e sentir-se feliz mesmo que ela seja uma criança diferente.

* Certifique-se que a sua criança sabe que pode sempre contar consigo. Mesmo que tudo e todos abandonem e critiquem um filho, ele terá de saber que pode sempre contar com a mãe e com o pai.

* Se tem uma filha, então é muito importante começar desde cedo a combater a imagem que os meios de comunicação passam: uma mulher tem de ser perfeita, bonita, magra, etc. Não critique o corpo da sua filha, evite comprar revistas que enfatizem a magreza, a beleza como o mais importante no sucesso de uma mulher. Não se auto-critique em frente à sua filha, não diga que está gorda ou que não gosta do seu corpo.

* Diga-lhe que mesmo que nos filmes os homens pareçam salvar sempre a mulher em apuros, eles são óptimos companhias e parceiros, mas que ela não necessitará de um para ser bem-sucedida. Enfatize as mulheres que considera serem exemplos de grandes mulheres, que sucederam na vida, que são admiradas não pela sua beleza mas pela sua capacidade de fazer coisas boas no mundo, e que se ela quiser também será capaz de ser tão ou melhor sucedida que qualquer uma delas.

* Ensine-a a respeitar os outros. Uma criança que saiba tratar bem os outros e que saiba sentir compaixão pelos mesmos, será alguém mais feliz, pois não irá fazer outros sofrer deliberadamente e sem consciência.

* Esteja disponível. Mesmo que trabalhe muitas horas, sempre que estiver com a sua criança seja alguém realmente presente, esteja realmente com ela, interaja e faça-a sentir a sua atenção. No final do dia coloque-a na cama, leia-lhe uma história, converse com ela e seja alguém realmente presente, termine sempre o dia com um abraço e um carinho especial.

* Dê liberdade à sua criança de tomar as suas decisões. Mesmo que seja a decisão com que brinquedo prefere brincar, deixe-a escolher e sentir que depois de uma decisão existe uma consequência. As crianças não têm muito controlo sobre as suas vidas, por razões óbvias. É importante não fazer nada por uma criança que saiba que ela é capaz de fazer por si própria.

* Ensine-lhe que ela será capaz de fazer tudo a que se dedique. Ensine a sua criança a não ter medo dos falhanços ou fracassos da vida, o perfeccionismo não existe e errar é natural.

* Ensine-a a não se preocupar com o que os outros pensam dela. Ensine-a que o que os outros pensam não é motivo de impedimento de nada do que deseje alcançar. A crítica e o desdém dos outros não são saudáveis e tornam-se destruidores se a criança aprender que deve dar atenção a esse tipo de atitude. Se os outros não gostam não têm de olhar.

*Incentive o uso da imaginação. Dê a liberdade criativa que uma criança necessita para se desenvolver, encorajando-a a brincar com a imaginação.